(21) 2436-0800 - (24h)

Você já reparou no seu pet coçando o ouvido, sacudindo a cabeça ou se comportando de maneira mais apática e triste? Isso pode ser otite, uma doença que afeta as orelhas e o canal auditivo do seu cão, causando uma infecção na região.

O que pode causar otite?

Alguns fatores podem ser os causadores da otite no seu amigo e, de acordo com a causa, a otite pode ser classificada como otite externa, otite média ou otite interna. Vejam alguns dos fatores que podem causar essa infecção:

Infecção causada por bactérias: esse tipo de otite geralmente se manifesta com pus na região.
Fungos: a região da orelha de seu pet apresentará secreção e um cheiro levemente adocicado.
Parasitas: alguns parasitas, como carrapato e ácaros, podem gerar problemas na região auditiva do seu pet. Nesse caso, vale ficar atento se existe algum indício desses parasitas na região da orelha.
Produção excessiva de cera: alguns cães acabam produzindo mais cera no ouvido do que outros. Isso pode fazer com que a região fique úmida demais e cause infecções, como a otite.
Predisposição genética: algumas raças de cães possuem uma predisposição para certas doenças e infecções. Cachorros com orelhas grandes, caídas e peludas, precisam de uma atenção especial nessa área.

Outros fatores, como traumas, alergias, tumores, hormônios e a presença de algum corpo estranho no ouvido do seu pet, também podem ser a causa da otite.

Os sintomas da otite

Apesar de cada tipo de otite apresentar sintomas diferentes, alguns sintomas gerais se apresentam em todos os casos dessa infecção. São eles:

* Coceira na região das orelhas;
* Secreções com cor e cheiro – algumas vezes, acompanhadas de pus;
* Vermelhidão, escurecimento ou presença de crostas no ouvido do cachorro;
* Inchaço na região da orelha.

Como prevenir a otite canina

Manter a higiene da orelha do seu pet é o jeito mais fácil de prevenir essa doença. Já que, ao fazer a limpeza frequente do local, você evita a proliferação de fungos e bactérias e, caso tenha algo errado, a detecção é mais rápida. Alguns outros cuidados também podem te ajudar a evitar que seu cãozinho passe por essa situação incômoda:

– Procure levar seu pet para tomar banho e tosa em lugares de confiança e certifique-se de que o ouvido dele estará protegido durante o processo.
– Quando for dar banho em casa, mantenha as orelhas protegidas da água com protetores auriculares e seque bem após o banho para evitar que o local fique úmido.
– Não remova os pelos da orelha do seu cão, pois eles ajudam na proteção do canal auditivo.

Você também pode pedir para que seja feita a tosa higiênica na região da orelha. Assim, os pelos em excesso são removidos sem deixar a orelha desprotegida! O foco na prevenção é muito importante, pois, quanto mais grave for a otite, mais difícil é o tratamento.

Qual o tratamento da otite canina?

Para determinar o melhor tratamento para seu pet, o veterinário irá determinar qual a causa da infecção e em qual estágio de desenvolvimento ela se encontra.

Para infecções causadas por fungos e bactérias, geralmente, o tratamento é feito por meio de antibióticos e antifúngicos, além de analgésicos que ajudam a aliviar a dor e o desconforto do pet até a doença ser curada.
Quando a infecção é causada por um corpo estranho, às vezes, uma higienização e remoção do objeto são o suficiente para curar a otite.

Algumas vezes, pode ser necessário a extração para envio laboratorial de uma amostra de cera do ouvido do seu cão com o objetivo de identificar melhor a causa da otite. Mas fique tranquilo, essa doença tem cura e, se identificada cedo, possui um tratamento rápido!

Lembre-se de manter a higiene semanal das orelhas do seu cão e, se perceber que ele está com um incômodo no local, procure um veterinário o quanto antes.

Se surgir qualquer sintoma ou dúvida, venha a Upa Pet mais próxima. Estamos sempre trabalhando pela saúde do seu pet!